23

Interlocutores

Após oito anos de Programa Agita São Paulo, a partir de fevereiro de 2005 o programa passou a realizar encontros específicos com os representantes regionais e municipais, principalmente do setor público e da área da saúde. Esta necessidade foi advinda dos interlocutores regionais e tem como objetivo discutir estratégias de municipalização de politicas de promoção de atividade física. A Secretaria de Estado da Saúde após 2007 passou a ter 17 Departamentos Regionais de Saúde (DRS).

Cada DRS conta com um(a) interlocutor(a) do Programa Agita São Paulo, esse(a)s interlocutore(a)s desempenham funções vitais para o sucesso do programa, pois representam a ligação entre os municípios de sua área de abrangência, as vezes 100 cidades como no DRS de Bauru, e a coordenação do Agita. Essas interlocutoras trazem mensalmente um relato das ações realizadas e as demandas da sua região e levam as novidades da coordenação e a agenda de ações macro e micro destinadas às suas populações. São fundamentais também pois colaboram com a disseminação dos conceitos e das estratégias do programa.

Interlocutoras do Programa Agita São Paulo nos Departamentos Regionais de Saúde de São Paulo.

interlocutores 01

Interlocutora DRS 3 - Regina
DRS 3 - Regina
Interlocutora DRS 5 - Eliani
DRS 5 - Eliani
Interlocutora DRS 7 - Silvia
DRS 7 - Silvia
Interlocutora DRS 9 - Shirlene
DRS 9 - Shirlene
Interlocutora DRS 12 - Jalila
DRS 12 - Jalila
Interlocutora DRS 14 - Ivani
DRS 14 - Ivani
Interlocutora DRS 15 - Maria Aparecida
DRS 15 - Maria Aparecida
Interlocutora DRS 17 - Ruth
DRS 17 - Ruth
 

Boa parte dos DRS mantém colegiados regionais com a participação de representantes municipais das cidades pertencentes de cada região, parceiras ou não do programa. Nesses colegiados são discutidas as estratégias de ações para promover a atividade física na população, bem como incentivar a implementação de indicadores de avaliação do resultado e do processo destes programas.

O Programa Agita São Paulo se insere na ações de Promoção de Saúde através da Atividade Física da Secretaria de Estado da Saúde, tendo como legislação Estadual DECRETO Nº 46.664/2002, que prioriza a ampliação das ações e modelos de intervenções a serem desenvolvidas pelos municípios em conjunto com os Departamentos Regionais de Saúde (DRS), sendo parte do Plano Estadual de Saúde 2008-2011. 

No planejamento quadrienal da SES-SP 2008-2011 no eixo 7 da área de promoção da saúde estão presentes as metas da área de atividade física, bem como no planejamento operativo 2009.

Para integrar as lideranças regionais e municipais o Programa Agita São Paulo mantém reuniões mensais com estes interlocutores e treinamentos regionais com o objetivo de fortalecer a rede de promotores da atividade física, respeitando as características e necessidades no âmbito regional do Estado de São Paulo isto garante que a diversidade cultural, econômica e social dos municípios, seja uma oportunidade de identificar diferentes soluções para aumentar o nível de atividade física da população. Assim, cada um dos municípios envolvidos com o Programa estabelece suas próprias estratégias de intervenção, sendo as secretarias municipais de saúde, as grandes aliadas na sustentação deste programa.

Outro ponto forte na história recente do Programa Agita São Paulo, foi apoio dado pelo coordenador dos DRS, que permitiu a elaboração de uma estratégia visando um novo modelo de treinamento para capacitação dos interlocutores municipais. Os treinamentos visam atender os municípios representados por profissionais de diversas áreas da saúde, denominados interlocutores regionais do Programa Agita São Paulo ou Agentes Agita. Eles desenvolvem ações ligadas a atividades físicas nos municípios em Unidades Básica de Saúde (UBS), Programa Saúde da Família (PSF), Núcleo de Saúde da Família (NASF) e outros grupos da sociedade civil e pública, tendo como objetivo principal a ampliação e reestruturação das redes, através da assinatura da Carta São Paulo, da divulgação da mensagem e de estratégias, elaboração de apoio aos gestores.

Na primeira formação da história do programa foi denominado Curso Estadual de multiplicadores do Programa Agita São Paulo primeiro curso para capacitação de gestores de programas de atividades físicas, iniciando assim a municipalização do programa. Na primeira edição 2005 (78) profissionais, a segunda edição 2006 (82) profissionais, a terceira edição 2007 (36) profissionais, a quarta edição 2008 (105) profissionais, a quinta edição 2009 (87) profissionais, totalizando nesta iniciativa total 388 multiplicadores Agente Agita.

As capacitações durante anos de 2011-2012 resultaram em um aumento quantitativo apreciável nas cartas de adesão novas ou renovadas: em 2011 (143), 2012 (93), 2013 (9), totalizando com cartas anteriormente assinadas 478 municípios, o que representa que 67% dos municípios do estado de São Paulo assinaram a Carta São Paulo de adesão ao Programa.  Para a coordenação do programa além dos números alcançados, os principais “ganhos” estrategicamente com as capacitações realizadas, estão nos profissionais que atuando com atividades físicas no estado que foram capacitados.

O Programa incentiva uma variedade de eventos permanentemente ao longo do ano. No entanto, em duas ou três ocasiões ao ano, o Programa organiza “megaeventos”, que servem como uma vitrine de suas ações de forma mais incisiva, alcançando os meios de comunicação e as autoridades de saúde e educação, assim como milhões de participantes diretos e indiretos. Assim podemos afirmar que na recente história global da Promoção de Atividade Física o Programa Agita São Paulo tem influência sobre as criações de redes internacionais e ainda podemos citar que a política estadual de acordo com os documentos, já esteve presente  74% dos municípios do Estado de São Paulo.

Para obtener más información, por favor contacte con nosotros por teléfono/fax: +55 11 4229.8980 o +55 11 4229.9643 - contacto

Login